Sejam bem-vindos!

O Álcool-gel é um espaço para discussão de ideias e reflexões relacionadas aos relacionamentos amorosos na contemporaneidade, além de temas afins! Já teve a sua dúvida em relação ao namoro hoje? Já questionou sobre o sentido do seu casamento na última semana? Você se sente sozinho e não tem um espaço para desabafar e ser orientado? Com poucas gotas, podemos transmitir e compartilhar informações, conhecimentos e saberes! Sintam-se à vontade para contribuir com o nosso blog! Não custa nada, são apenas algumas gotas!

Anúncios

Autor: Fabio Scorsolini-Comin

Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Atuo como professor universitário e, nas horas vagas ou não, tenho como companheira a literatura. Este blog se destina a interessados em literatura, Psicologia, comportamento e toda sorte de assuntos que rendam uma boa conversa.

9 comentários em “Sejam bem-vindos!”

  1. Fabito!
    Muito legal!! Mesmo!!
    Lendo todos os seus pensares e conselhos, me lembrei de um que ouvi de uma colega de workshop lá nos Estados Unidos. Um dos nossos colegas estava para se casar, e enquanto nós todos o cumprimentávamos ela lhe disse: “You know that it has nothing to do with love, don´t you?”, que em bom poprtuguês significa: “Voce sabe que não tem nada a ver com amor, né?”
    Todos nos viramos, inclusive o noivo, e ela completou (dessa vez já traduzindo): “Tem a ver com respeito. O amor vai e volta, e se vocês têm respeito um pelo outro aí sim tem chance de voltar. Mas se vocês não tiverem respeito um pelo outro, o amor um dia vai e não volta mais…”
    Foi um pensamento/conselho e tanto, e nos deu – e me dá ainda – muito o que pensar. Quis partilhar isso com você, já que você é do metiê!

    Um beijo grande, meus parabéns, e muito sucesso nesse seu blog.

    Ana

    1. Oi, Ana!!!
      Obrigado pela participação nesse meu humilde espaço! Adorei o comentário e acho que ele tem tudo a ver, principalmente em relação aos namoros e relacionamentos mais duradouros, senão de que forma explicaríamos casamentos de tantos anos? Uma das respostas pode ser esta em relação ao respeito mesmo. Quando respeitamos outra pessoa, a aceitamos como ela é e temos a chance de também sermos compreendidos em nossos limites e possibilidades. Isso entrecortado por períodos nos quais o amor vai e volta. Muito legal.
      Beijo grande e te admiro muito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s