O seu amor pode estar do seu lado!

Muitos relacionamentos começam do nada. Do nada mesmo. Você convive com a pessoa a vida inteira, conhece a família, os gostos, as dúvidas e, num belo dia, depois de brigas, chuvas, estudos e passeios de fim de semana, os dois se olham de um modo diferente e acabam vendo aquilo que nunca esperavam. Encontraram o amor.

É difícil encontrar por quem não procuramos. Às vezes aquela pessoa fica nos olhando, à espreita, por muitos anos. Às vezes nem ela mesmo sabe que está interessada. Mas um dia essas pessoas se descobrem e há mais química nisso do que naquele seu último namoro frustrado e regado apenas a prazer físico. Amar e se mostrar apto ao amor não requer cenários novos, pessoas novas ou uma guinada de 180 graus na sua vida. Se você está esperando um cataclisma para mudar, esqueça. Eles não vêm do nada. Mas o amor pode vir sim (não do nada, mas de algum lugar de si mesmo que você rega sem notar).

Olhar em volta e não apenas para dentro é um exercício que nos deixa nus. Repare mais, sinta mais, abrace mais, seja autêntica e intensa com a sua própria condição. Aquela música do Jota Quest pode ter um sentido – há casais que se encontaram assim, de pertinho. Vida longa àquilo que a vida une.

Anúncios

Autor: Fabio Scorsolini-Comin

Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Atuo como professor universitário e, nas horas vagas ou não, tenho como companheira a literatura. Este blog se destina a interessados em literatura, Psicologia, comportamento e toda sorte de assuntos que rendam uma boa conversa.

7 comentários em “O seu amor pode estar do seu lado!”

  1. Fabito, parabéns pelo espaço. Ficou dinâmico e a alusão ao alcool gel tem uma boa proposta.
    E a respeito do post, a vida é um contêiner de surpresas…
    Abraço Fabito e boa sorte!!!
    Fica com Deus.

  2. Obrigado, Pedrinho!
    Acesse sempre, pois há postagens diárias! Leia sempre, às vezes a gente acaba refletindo de uma maneira nova e isso faz todo o sentido!
    Abraços!

  3. Oi, Dre!
    Depois que eu escrevi eu me lembrei que é mesmo a história de vocês, acabei até sonhando com você! Muito legal mesmo! Beijo carinhoso!

  4. Fala, Fabio! Tenho q comentar tb… porque é mesmo a história minha e da Dre! E só lembrando q a música foi gravada pelo Jota Quest, mas é do nosso camarada genial Nando Reis… abraço! Salve o XV!

    1. Oi, Zambon! Que legal que também está lendo o blog. Obrigado pela correção da autoria, o Jota Quest não poderia ter composto isso mesmo, rs! E viva o XV mesmo! Abraços e tudo de bom, obrigado pela participação!

  5. Fabito,

    Concordo com você que às vezes deixamos o amor passar, mas acho que “o deixar passar” se aplica a tudo. Muitas vezes esquecemos de abrir os olhos para enxergar o mundo ao nosso redor e com isso desperdiçamos oportunidades mais do que especiais.

    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s