Começar um novo ano não é sempre a mesma coisa

E lá está você, dia 03 de janeiro, criando forças para trabalhar de novo (meu caso), ou então começando as suas merecidas férias. É bem verdade que uma hora ou outra a gente acaba se cansando – de descansar demais ou de trabalhar demais. Janeiro sempre vem com qualquer coisa de preguiça no ar. Não há férias ou intervalo entre um ano e outro. Assim, não dá para ter férias de 2010 sem já estar em 2011. E assim como a vida, as coisas vão acontecendo sem que a gente tenha que ficar pensando nelas o tempo todo, as horas correm, os momentos se sucedem e a gente não pode é se perder nesse processo todo.

2011 começou (aqui onde estou, com chuva) e já podemos “entrar” no ano sem esperar o carnaval ou um acontecimento maior. O ano está aqui conosco e temos que vivê-lo, temos que começar a vivê-lo. Para quem gosta de planejar, é hora de colocar no papel as suas intenções, as conquistas que pretende alcançar, as coisas que deseja realizar, os seus compromissos – consigo e com os outros. Para quem não gosta de planejar, é hora de já ir vivendo, de mansinho, e ver o que o ano novo lhe reserva. Nos dois casos, o importante é ter em mente que um ano não é bom ou ruim por si só, mas que depende fundamentalmente de nós transformá-lo em uma oportunidade. Janeiro é um mês em que muitos empregos se abrem, em que jovens prestam as fases finais dos vestibulares, em que muitas pessoas estão  mais dispostas para o amor, em que se pode viajar, em que se pode viver com tranquilidade. Você é que encara o seu janeiro como um começo de ano ou como um fim de 2010. A escolha, novamente, é sua.

Seja qual for a sua opção, começar um novo o ano é sempre uma nova proposta de vida. Aprendemos a cada ano um pouco mais, o que faz com que tenhamos mais ferramentas para colorir este janeiro de um modo diferente, mais sensato, menos afoito, com mais planejamento, mais carinho e mais verdade. Como aqui faz chuva, vou começar o meu ano com muito sol, com esta imagem linda do Rio de Janeiro. Esta é a minha escolha para este dia 03. Desejo que você possa ver quantas possibilidades estão se abrindo nessas águas de janeiro. E que 2011 seja um ano de mergulhos em águas novas e repletas de descobertas incríveis. Vamos mergulhar juntos?

Abraços de 2011,

Fabio.

Anúncios

Autor: Fabio Scorsolini-Comin

Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Atuo como professor universitário e, nas horas vagas ou não, tenho como companheira a literatura. Este blog se destina a interessados em literatura, Psicologia, comportamento e toda sorte de assuntos que rendam uma boa conversa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s