Aviso: acertem seus relógios

downloadNão tenho o que fazer com a hora a mais que ganhei nesse fim de horário de verão.
Não tenho amor pra fazer até mais tarde. Não tenho festa sem hora pra acabar. Não tem rua, não tem convite, não tem nem mesmo quem me ouça por mais uma sessão.
Resolvo te ligar na hora que me sobra. E a ligação dura meio segundo. Escuto seu “oi” marrento e um silêncio doído que se segue depois que falo o seu nome. Você desliga. Ligo de novo. Parece até que chamou por uma hora.
Recolho tua ausência e devoro um abacaxi. Deixo parte da casca pra me enfeitar a boca com aftas de carnaval. Talvez eu me aquiete com a boca ferida. O coração já se acostumou.
Perco a hora a mais com o dilema de sempre. A hora passa, voltamos às 23h e quase sinto vontade de fazer de novo a ligação, esquecido que sou.
Escrevo um lembrete na geladeira: nunca mais entrar em contato com o impronunciável de três letras e um ditongo. Todos os objetos aqui de casa estão me dando força nesse terço solitário.
Fico resoluto: amanhã vou acordar mais cedo pra fazer companhia pro sol. Não contarei ao astro-rei que vivi uma hora a mais só pra pensar em você. E então acertarei o meu relógio.
Anúncios

Autor: Fabio Scorsolini-Comin

Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Atuo como professor universitário e, nas horas vagas ou não, tenho como companheira a literatura. Este blog se destina a interessados em literatura, Psicologia, comportamento e toda sorte de assuntos que rendam uma boa conversa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s