O conselho da bailarina

Às vezes me pergunto quando começou essa tristeza toda. Sou capaz de dar, em 11 caracteres, dia, mês, ano e nome. Mas isso só diz de quem me tornei.
Fui uma criança triste. Que chorava antes de dormir, enxugando-se no algodão do travesseiro. Eu tinha todos os motivos do mundo. Quando não tinha, eu os inventava.
De manhã eu ia à biblioteca. Pegava o livro que tinha que ler para a ficha de leitura e outro de poesia. Nunca pediam para ler poesia, então eu lia por ser do contra. E porque, no fundo, ler poesia me fazia chorar. Como ainda faz. Tiro e queda.
cea (5)
Thaysa Brinck e Jonathã Martins. Foto retirada do site  do Jornal da Manhã, de Uberaba-MG, de 09/12/2011.

Outros artistas entendem e aceitam esse meu estado inalterado, permanente no que não tem solução. A minha amiga bailarina que não me abandona diagnostica direitinho: “poeta tem uma melancolia impregnada”.

Tenho melhorado a cada dia, embora chore sempre. Deito no travesseiro e é como se nunca tivesse crescido. Molho tudo. As defesas, as mesmas.
A bailarina continua: “Um dia vai ter que escolher entre ser feliz ou ser poeta”. Tenho um insight. Na quarta série, quando me perguntaram o que eu seria quando crescesse, não tive dúvidas: poeta. Isso, por si só, não explica. Mas conforta.
Durmo feito o gordinho que vai acordar cedo amanhã para poder ser o primeiro a escolher o livro na biblioteca. Ai, essa alegria!
Anúncios

Autor: Fabio Scorsolini-Comin

Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Atuo como professor universitário e, nas horas vagas ou não, tenho como companheira a literatura. Este blog se destina a interessados em literatura, Psicologia, comportamento e toda sorte de assuntos que rendam uma boa conversa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s