Carrossel

carrosselEle trabalha perto do carrossel. Precisamente a sete passos. Não sei se dali do seu ângulo de visão pode contemplar as tantas cenas desta tarde de sábado.
Está quente, a terra está vermelha, chove abafamento e isso tudo aqui gira tão brilhante, tão simples, a despeito do que a vida às vezes teima em apagar e complicar.
São sorrisos das crianças, desconfortos dos pais que valsam, estáticos, ao lado desses cavalos congelados no melhor de si: estão perenemente saltando.
As luzes piscam, o carrossel não dá descanso, as luzes mudam de cor, tem uns querubins pintados no teto, hoje ele vai chegar com sono e eu também vou guardar o melhor de mim para ele. E ele fica lindo até de uniforme.
Tudo na mesma tarde de sábado, girando dentro de mim.
Anúncios

Autor: Fabio Scorsolini-Comin

Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Atuo como professor universitário e, nas horas vagas ou não, tenho como companheira a literatura. Este blog se destina a interessados em literatura, Psicologia, comportamento e toda sorte de assuntos que rendam uma boa conversa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s